Notícia

Rede social ajuda na adoção de animais

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012
Intuito é encontrar um lar para os cães órfãos e divulgar a 
"Campanha Adote com Consciência"
 
Com o intuito de divulgar a "Campanha Adote com Consciência", a fim de encontrar um lar para os cães e gatos órfãos no município, o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Votorantim agora está no Facebook com a página "Adote com Consciência Votorantim". A chamada fanpage reúne informações sobre cães disponíveis para adoção e dicas de como cuidar melhor do animal de estimação.
 
A médica veterinária da Zoonoses, Evelyn Nestori Chiozzotto, explica que a campanha quer incentivar que o responsável pelo animal aceite se comprometer com as necessidades do animal. "Desta forma é possível prevenir os riscos (potencial de agressão, transmissão de doenças ou danos a terceiros) no qual seu animal possa causar à comunidade ou ao ambiente, como interpretado pela legislação vigente". 
 
Chiozzotto conta que a ideia de trabalhar com as redes sociais é para que a população possa participar ainda mais sobre o conceito e saber como tratar bem seu bichinho de estimação. "Lá oferecemos dicas para o dia-a-dia. Devemos ter em mente que o animal não deve ser tratado como um mero objeto".
 
Além disso, um dos fatores que levaram à construção da fanpage na rede social é para que os cães e gatos que se encontram órfãos possam encontrar uma família. "Na página há um álbum de fotos de animais para adoção que atualizamos periodicamente. Nossa expectativa é conseguir um lar para eles com a prática da nossa campanha" explica a veterinária.
 
Para receber as atualizações, saber mais sobre os cães e gatos a espera de um lar e saber dicas de como cuidar melhor do seu bichinho de estimação, basta procurar por "Adote Com Consciência Votorantim" na busca do seu Facebook. Todos os animais disponíveis para adoção já estão desverminados e serão castrados.

Dicas para realizar a Guarda Responsável

]01 - Antes de adquirir um animal, considere que seu tempo médio de vida é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados.
 
02 - Adote animais de abrigos públicos e privados (vacinados e castrados), em vez de comprar por impulso.
 
03 - Informe-se sobre as características e necessidades da espécie escolhida – tamanho, peculiaridades, espaço físico.
 
04 - Mantenha o seu animal sempre dentro de casa, jamais solto na rua. Para os cães, passeios são fundamentais, mas apenas com coleira/guia e conduzido por quem possa contê-lo.

05 - Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário. Dê banho, escove e exercite-o regularmente.
 
06 - Zele pela saúde psicológica do animal. Dê atenção, carinho e ambiente adequado a ele.
 
07 - Eduque o animal, se necessário, por meio de adestramento, mas respeite suas características.
 
08 - Recolha e jogue os dejetos (cocô) em local apropriado.
 
09 - Identifique o animal colocando uma coleira com plaqueta contendo o nome do animal e pelo menos um telefone de contato para o caso do animal ficar perdido ter a chance de retornar rápido para sua casa!
 
10 - Evite as crias indesejadas de cães e gatos. Castre os machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contra-indicações.

Mais informações no Centro de Controle de Zoonoses pelo telefone (15) 3243-3807      

fonte - secretaria de comunicação (secom)

Nome

 

Email (não será divulgado)

 


Comentário

Seja o primeiro a comentar


Publicidade